• Ale Nagado

ASKA - Glória, Cancelamento e Redenção

A trajetória conturbada de um dos maiores ídolos da música japonesa.

Ryo Aska: Dono de uma das melhores vozes da música pop japonesa.

O cantor e compositor Ryo Aska, da famosa dupla CHAGE and ASKA, tem uma das histórias mais bem-sucedidas da música japonesa. Nascido em Fukuoka, em 24 de fevereiro de 1958, Shigeaki Miyazaki participava de festivais de música na faculdade, onde cursava Economia. Lá, conheceu Shuji Shibata, um estudante da mesma idade que também participava dos concursos.


Ambos conseguiram boa posição no festival universitário da Yamaha em 1977 e, por sugestão dos organizadores, formaram uma dupla para representar sua universidade de Fukuoka. Adotando nomes artísticos, Shuji se tornou Chage (leia "Tchague"), enquanto Shigeaki se tornou Ryo Asuka. Nascia assim o duo Chage and Asuka, que venceu o festival de 1978, conseguindo um contrato com a gravadora Pony Canyon. Em 1979, Chage and Asuka estrearam profissionalmente, e conduziram uma carreira marcada por canções folk e pop romântico, que depois passou a incluir boas doses de rock.

CHAGE and ASKA: Reis do J-Pop

Já com a grafia de Chage and Aska, explodiram em 1991 com a canção "Say Yes", uma composição de Aska que se tornou uma das mais vendidas no Japão, em todos os tempos. Muitas outras canções de sucesso vieram, sendo que Aska escreveu a maioria delas. Mesmo com uma intensa produção repleta de gravações e shows, os dois artistas conseguiram tocar projetos em separado. Aska, com uma carreira solo, e Chage, com sua banda Multi Max (que durou entre 1989 e 1999) e também com sua carreira solo. A dupla se separou em 2007 e, após um longo hiato, se preparava para retornar e comemorar 35 anos de carreira em 2014. Porém, a vida de Aska desmoronou naquele ano fatídico. Em 2013, ele já havia tido um AVC isquêmico, causado por grande estresse emocional. Aquele seria o menor de seus problemas.


Preso por porte e uso de drogas em 2014, foi submetido a grande condenação perante a opinião pública. No Japão, o porte de drogas já é considerado crime, seja um usuário ou traficante. E o uso de drogas, verificado em exames clínicos, também é considerado crime na legislação japonesa. Ele também revelou que estava sendo chantageado há algum tempo por seu fornecedor, e resolveu denunciar à polícia. Na verdade, o cantor ficou pouco tempo detido, sendo beneficiado por uma lei local que permite a suspensão da pena por um período de três anos, no qual ele não pode ter recaída no uso de drogas. O estrago maior foi moral e depois financeiro.

Aska: Uma vida quase destruída pelas drogas e promiscuidade.

Como se isso já não fosse algo bastante pesado para a sociedade japonesa; Aska também foi exposto em um escândalo onde o público descobriu que o astro, que é casado e tem uma filha (a cantora Kaoru Miyazaki), colecionava amantes sem o menor pudor, a despeito da imagem de homem tradicional. Colocado em liberdade provisória, viu sua carreira e honra ruírem. Sua vida virou um alvo de publicações sensacionalistas locais, que viram terreno fértil para especularem e faturarem.

Seu processo de cancelamento foi implacável, assim como já aconteceu com outros artistas que caíram em desgraça perante a opinião pública no Japão. O escândalo midiático fez a gravadora encerrar o contrato da dupla CHAGE and ASKA, e o que se seguiu foi o padrão de quando um artista japonês é pego com drogas. CDs, DVDs e produtos licenciados foram recolhidos de lojas e até o curta em animê On Your Mark (1995), dirigido por Hayao Miyazaki sobre a canção homônima da dupla, foi excluído de uma coletânea do Studio Ghibli, que estava prestes a ser lançada em DVD e Blu-ray.


Aska foi cancelado por grande parte da mídia, classe artística e público, e seu nome passou a ser evitado. Tanto o porte quanto o uso de drogas são considerados crimes graves no Japão, e qualquer erro é rapidamente varrido para debaixo do tapete, após explosiva comoção nacional e afastamento do criminoso. Além dos trabalhos recolhidos das lojas, muitos fãs destruíram CDs e pôsteres que possuíam e qualquer associação com seu nome passou a ser evitada. Ele se recolheu à família durante um tempo, e logo anunciou que tinha dezenas de músicas escritas, um sinal de que estava se desintoxicando e buscando reconquistar espaço. Daí, foi tentar juntar os pedaços de sua vida e recomeçar fora do mainstream, recorrendo ao mercado indie.

O álbum que marcou o renascimento criativo de ASKA.

De 2017 para cá, lançou três álbuns de inéditas, fora regravações e coletâneas. No ano passado, em circunstâncias não esclarecidas, foi anunciado pelo cantor que ele não irá mais se reunir com Chage, encerrando de vez as especulações em torno da volta de uma das mais memoráveis parcerias da música japonesa. De forma independente, voltou a gravar e lançar álbuns e, aos poucos, voltou aos palcos. Para seu gradual retorno, viu na internet uma forma de reconquistar o respeito do público. Agora, tem feito grandes shows e está mostrando que, aos 64 anos, renasceu tanto como compositor quanto como cantor, exibindo um vigor e empolgação que pareciam ter ficado para trás. É muito bom ver um artista dessa grandeza se reconectando com seu público e sua arte.


“As melodias dos anos 1970 continuam sendo tocadas até hoje. Por quê? Porque as melodias falavam sobre a música. Estou ciente. O mundo está afundando completamente. Não há problema em ser forte. Vamos rir e caminhar." - ASKA

::: VÍDEOS SELECIONADOS :::


1) "Hajimari wa Itsumo Ame" ~ "No início, sempre chove"

Letra e melodia: ASKA

- Canção lançada originalmente em 1991 com enorme sucesso, foi regravada em 1997. É o maior sucesso do astro em carreira solo, tendo vendido mais de um milhão de cópias em CD single.


2) "On Your Mark" ~ CHAGE and ASKA

Letra e melodia: ASKA

- A dupla lançou seus melhores trabalhos na década de 1990. Esta canção, lançada em 1994, ganhou no ano seguinte um clipe em animê assinado por Hayao Miyazaki, que é raríssimo de se encontrar atualmente.

3) "Take me Away" ~ Lisa Stansfield e ASKA

Composição: Lisa Stansfield e ASKA


- Dueto com a inglesa Lisa Stansfield, lançada como parte do álbum ONE VOICE - The Songs of Chage and Aska, de 1996. Esse álbum apresentou astros internacionais, como Alejandro Sans, Marianne Faithful e Michael Hutchence (INXX), interpretando versões de alguns dos maiores sucessos da dupla. O álbum foi lançado no Japão, Ásia e Europa.


4) CRY ~ Encerramento de Street Fighter II-V Letra e melodia: ASKA

- Canção que foi o primeiro tema de encerramento do aclamado animê Street Fighter II-V, de 1995. A gravação original foi interpretada por Yuki Kuroda, com ASKA sendo o produtor. Nessa mesma série, um dos grandes clássicos de seu tempo, CHAGE and ASKA foram os supervisores musicais. O envolvimento deles com a franquia foi grande, tendo gravado "Something There", canção em inglês que foi tema do filme Street Fighter - A Última Batalha (1994), com Jean-Claude Van Damme, Raul Julia e Ming-Na Wen.


5) "Waratte arukou yo" ~ "Vamos rir e caminhar" Letra e melodia: ASKA
- Canção de 2021, que mostra o amadurecimento do artista depois do turbilhão que quase acabou com sua vida. O tema de recomeçar e olhar para a frente se tornou uma constante. O vídeo foi dirigido por Takahide Ishii, e apresenta a belíssima atriz Machiko Ono.

______________________________________

Campanha Sushi POP no Apoio Coletivo: - Você pode apoiar o meu trabalho, doando qualquer valor a partir de R$ 5,00 e incentive a continuidade do Sushi POP. Cada ajuda é muito importante!

- A doação pode ser única ou recorrente, de maneira pública ou anônima. - Se preferir, pode doar através do PIX: nagado@gmail.com - Muito obrigado pela atenção e apoio. Que Deus abençoe seu lar!


Visite nosso canal parceiro:


::: TÚNEL DO TEMPO TV - Nostalgia de Séries, Filmes e Desenhos! :::