• Ale Nagado

Ano-novo, novos trabalhos a caminho!

Biografia de um grande mestre dos quadrinhos e a volta de Ultraboy.


Olá, pessoal! Que Deus nos ilumine e proteja! Obrigado pela visita, e espero que neste ano eu possa postar muita coisa interessante por aqui.


Neste primeiro post de 22, gostaria de pedir licença para falar de trabalhos e projetos que desenvolvi no ano passado sem muito alarde, mas que agora já posso começar a anunciar com mais segurança. Quem acompanha meu canal no Telegram já tem uma ideia do que se trata. Então, vamos aos anúncios:


QUADRINHOS - ULTRABOY

O Ultraboy de Franco de Rosa e a prévia de uma página desenhada por Arthur Garcia.

Em 1982, a editora Grafipar lançou o gibi Robô Gigante, com um grupo de heróis, os Dragões da Independência e seu grande robô de batalha. Uma verdadeira salada de referências e homenagens, que misturava Gundam, Capitão Harlock, Locke The Superman e séries tokusatsu. O roteiro era de Selene Tobias, com arte do espetacular Watson Portela. Era um mangá nacional extremamente divertido.


Complementando a edição, havia o Ultraboy de Franco de Rosa. Obviamente inspirado no Ultraman, Franco trouxe um super-herói despretensioso e igualmente divertido.


Em 2022, o personagem completa 40 anos e vai ganhar um álbum com histórias inéditas de autores convidados pelo Franco. Eu participo com uma história nesse álbum, todo dedicado ao Ultraboy.


A partir de uma sinopse do próprio Franco, fiz um roteiro de 15 páginas, que foi desenhado pelo grande Arthur Garcia. Eu e o Arthur já fizemos muitas histórias juntos, com destaque para o gibi oficial licenciado do Street Fighter, que fizemos para a Editora Escala nos anos 90;


É nossa primeira colaboração em mais de 20 anos e minha primeira HQ em 5 ou 6 anos. Creio que isso é apenas uma interrupção em minha aposentadoria como autor de quadrinhos, mas nunca se sabe. Só sei que estou muito contente. Eu comprei o gibi original quando foi lançado, tenho enorme carinho pelo Franco e tive o Arthur como um bom companheiro de trabalho durante anos, então fiquei muito feliz com o convite. Assim que tivermos uma data de lançamento, avisarei por aqui e no Telegram.


BIOGRAFIA - PAULO FUKUE

Dois trabalhos do versátil Paulo Fukue: HQ de ação e brinquedo de montar.

Muito antes do mangá se tornar a força dominante no mercado de quadrinhos, uma turma de jovens autores brasileiros fez diversas histórias onde mostravam influências do mangá em seus trabalhos. Essas primeiras experimentações vieram na década de 1960, primeiro na editora Pan Juvenil e principalmente em sua sucessora, a lendária EDREL, liderada pelo genial Minami Keizi.


Ao lado de Cláudio Seto e Fernando Ikoma, Paulo Fukue foi um dos principais autores desse período, produzindo uma grande variedade de histórias, nos mais diferentes estilos. Depois, na Editora Abril, continuou deixando sua marca ao trabalhar na equipe de criação de revistas que marcaram época, como Recreio, Destaque e Brinque e Transfer. Fui ávido consumidor de todas essas publicações, e agora terei a chance de homenagear um de seus mais importantes criadores. Em breve, será lançado pelas editoras Criativo e GRRR!.. um livro escrito por mim, contando a trajetória desse importante autor.


"Paulo Fukue - O Engenheiro de Papel" é o título do meu novo livro. A convite do editor e chargista Marcio Baraldi, grande batalhador dos quadrinhos nacionais, eu desenvolvi esse trabalho, que levou mais de cinco meses de pesquisa, elaboração e redação. O resultado poderá ser conferido em breve.


Tem mais coisas rolando, mas ainda não posso comentar. É isso, muito obrigado pela atenção e apoio. Até breve!


______________________________________________



Campanha Sushi POP no Apoio Coletivo

- Apoie o meu trabalho, doando qualquer valor a partir de R$ 5,00 e incentive a continuidade do Sushi POP. Se preferir, tem o PIX: nagado@gmail.com


App do Sushi POP

- Não perca nenhuma atualização. Já tem o app? Use esse código de convite: 6Q946U


Canal no Telegram


Compartilhe este post em suas redes sociais!