• Ale Nagado

SPACE SQUAD: Os (quase) Vingadores da Toei

Uma reunião de heróis queridos pelos fãs de tokusatsu em um projeto que tinha enorme potencial.

Cartazes dos dois longas existentes do Space Squad.

Em comemoração pelos 35 anos de seu icônico herói Gavan, o precursor da franquia Uchuu Keiji ("Policial do Espaço") e que inaugurou a chamada linhagem dos Metal Heroes, a Toei Company utilizou o personagem para capitanear um projeto grandioso. A comemoração dos 30 anos de Gavan, em 2012, já havia sido impactante e renovado o interesse do público pela franquia dos Policiais do Espaço.


Primeiro, no começo de 2012, trouxeram o veterano herói Retsu Ichijoji, novamente vivido pelo astro Kenji Ohba, para um crossover com a equipe Super Sentai chamada de Esquadrão Pirata Gokaiger. Poucos meses depois, veio Uchuu Keiji Gavan: The Movie, onde o policial transmite a missão de ocupar seu lugar na Polícia Espacial para um jovem chamado Geki Jumonji (vivido pelo ator Yuma Ishigaki), que se torna o Gavan Type-G. O longa também apresentou novos usuários para as armaduras Sharivan e Shaider, que posteriormente tiveram filmes solo em 2014.


Voltando a Gavan, o novo personagem apareceu também em dois episódios da série de TV do esquadrão Go-Busters em 2012, para o público ficar mais familiarizado com ele. No ano seguinte, os novos Policiais do Espaço, com o Gavan Type-G à frente, participaram do filme Super Hero Taisen Z ("A Guerra dos Super Heróis Z"): Kamen Rider vs Super Sentai vs Uchuu Keiji.


Após o filme-evento que reuniu centenas de personagens, os Policiais do Espaço ficaram meio sumidos. Então, alguns anos depois, o novo Gavan foi usado para promover o que parecia ser um dos mais ambiciosos projetos da Toei Company até então.


Space Squad - Gavan vs Dekaranger foi um filme para cinema lançado em 2017 e que reuniu o Gavan Type G com o esquadrão Dekaranger (que deu origem, nos EUA, a Power Rangers SPD). O que une os heróis nesse crossover é o fato de serem agentes policiais espaciais, ainda que de organizações diferentes. E Dekaranger (de 2004~05) ainda era um seriado bastante popular, a ponto de ter tido um filme reunindo o elenco em 2015 intitulado Dekaranger - 10 Years After.

Deka Red e Gavan vs MacGaren.

Os heróis enfrentaram uma mistura de organização criminosa com seita ocultista chamada Genmaku, que tinha entre seus líderes MacGaren, o poderoso inimigo de Jaspion (1985), e uma nova Benikiba, versão repaginada de uma antiga inimiga do ninja Jiraiya (de 1988), desta vez interpretada pela atriz e modelo Mikie Hara.Junichi Haruta, que viveu MacGaren em 85, participa do filme, ainda que apenas fazendo a voz do vilão. Isso deixará claro que era o bom e velho Filho de Satan Goss que havia voltado das trevas.


Gavan une forças com os Dekarangers para enfrentar as forças de Genmaku que visam dominar a Terra. O jovem Gavan somente poderá vencer seu novo rival com uma espada muito especial que lhe é entregue pelo Gavan original. O filme ficou bem interessante, conseguindo boa repercussão.


GAROTAS EM APUROS


Space Squad foi precedido pelo filme Girls in Trouble - Space Squad Episode Zero, que promoveu o encontro das heroínas de Dekaranger com as parceiras dos novos Policiais do Espaço, Shelly (parceira do Gavan Type-G), Sissy (do novo Sharivan) e Tamy (do novo Shaider).


Despertando confusas em uma prisão espacial, as Dekarangers Pink e Yellow precisam lutar pela vida ao lado das agentes Shelly, Sissy e Tamy, da Polícia do Espaço, quando são atacadas pela sanguinária Herbaira (ou Hellvira). Todas são rapidamente assassinadas, apenas para descobrir a maldição a que são submetidas: Morrer repetidamente perante a criatura, num pesadelo interminável.

Cartaz de Girls in Trouble: Ação para o público mais velho.

A Herbaira original apareceu na série Spielvan (1986) e era uma forma maligna de Helen, a irmã do herói. A certa altura da série, Herbaira deixa de existir, quando Helen consegue se libertar do controle do Império Water e se torna a heroína Lady Helen. Essa Herbaira não tem relação nenhuma com a original e parece mais uma fera incontrolável e sedenta de sangue.


Girls in Trouble, teve muita violência gore, com litros de sangue jorrando e garotas lutando em trajes curtos. Ficou parecendo algo feito dentro do espírito dos famosos Pink Eiga, os filmes japoneses de ficção/fantasia/terror com erotismo leve.

Em janeiro de 2018, saiu o single com o tema de encerramento de Girls in Trouble, cantado pelas cinco atrizes principais, a saber: Ayumi Kinoshita (Jasmine/ Deka Yellow), Mika Kikuchi (Umeko/ Deka Pink), Suzuka Morita (Shelly), Misaki Momose (Sissy) e Mayu Kawamoto (Tamy). Assinando como Girls Squad, elas bancaram o grupo idol cantando o tema "Girls Say Halleluya!".


Inicialmente, os dois filmes foram divulgados como sendo especiais a serem lançados somente para vídeo (DVD e Blu-ray), mas devido ao grande interesse despertado, ambos tiveram uma exibição limitada em cinemas, apresentados em sequência.


As duas produções tiveram roteiro de Naruhisa Arakawa e direção de Koichi Sakamoto, que também ficou responsável pelas coreografias de ação.

Criou-se a impressão que se formaria um exército de super-heróis, no estilo Os Vingadores.

Sem muitas explicações, criou-se a expectativa de que Space Squad iria futuramente reunir Sharivan, Shaider, Jaspion, Jiraiya, Jiban, Janperson e as equipes Exceedraft, B-Fighter, B-Fighter Kabuto, Blue SWAT, Denziman, Flashman, Fiveman, Megaranger e Gingaman. Esses personagens apareceram rapidamente em cenas isoladas no final de Space Squad, e Jaspion ainda teve direito a uma referência visual no clímax da batalha entre Gavan e MacGaren. O público foi ao delírio.


As primeiras pistas haviam saído dias antes da estreia, quando foi anunciado o CD Space Squad - Gavan vs Dekaranger and Toei Hero Song Collection, com músicas das séries dos citados heróis. O CD incluía também o tema de Spielvan, mas o personagem não apareceu no filme. Mas o tempo foi passando e veio a primeira decepção. Ao invés de um "Space Squad 2", o próprio diretor Sakamoto revelou que antes viria uma espécie de "Space Squad 1.5", com uma aventura em menor escala, feita meio às pressas.

Kyuranger vs Space Squad: O último filme do projeto.

Uchuu Sentai Kyuranger vs Space Squad foi lançado em junho de 2018. Em uma aparente grande mudança de planos em relação ao que foi mostrado no final do filme anterior, o foco foi deslocado para o recente grupo Kyuranger (2017), que concentrou a maior parte da ação. Inicialmente, esperava-se que o Space Squad fosse o equivalente da Toei aos Vingadores da Marvel, mas não foi bem assim que as coisas aconteceram.


O sucesso da série Kyuranger, que teve 48 episódios exibidos entre fevereiro de 2017 a fevereiro de 2018, provavelmente influenciou a mudança de planos. Tendo apresentado muitos personagens que se tornaram populares, Kyuranger passou a ser a bola da vez.


Do lado do Space Squad, o Gavan Type-G e o segundo Shaider foram convocados, assim como o ninja Jiraiya. No entanto, esse Jiraiya não foi o original, Toha Yamashi, e sim um novo personagem: Entrou em cena Touma Amagi, um novo sucessor da linhagem dos ninjas de Togakure. Mas esse novo Jiraiya sequer apareceu no pôster do filme e teve uma rápida participação de coadjuvante, sem nem ao menos mostrar o rosto sob o capacete.

Os novos Jiraiya, Gavan e Shaider.

Dessa vez, o vilão principal foi outro malfeitor velho conhecido dos fãs antigos. No caso, uma nova versão de Hoshinin Dell-Star (Hoshinin Demost, no original), o milenar inimigo do Jiraiya da série clássica. Esse é o ponto que dá sentido à presença de Jiraiya no Space Squad, já que o personagem tem origem extraterrestre.


A trama, que se passa 4 anos após o final de Kyuranger, mostra a heroína Chameleon Green roubando um importante artefato chamado Neo Kyutama e sendo declarada procurada pela Federação Espacial. Com a motivação do roubo permanecendo um mistério, os Kyurangers ficam divididos e acabam lutando entre si. Por trás dos acontecimentos, Hoshinin Dell-Star lidera um grupo de terríveis guerreiros que deram trabalho a grupos Super Sentai, como os poderosos Vasco, de Gokaiger (2011), e Mere, de Gekiranger (2007).

Dell-Star enfrenta os Kyurangers.

Uchuu Sentai Kyuranger vs Space Squad também ganhou exibição especial em circuito limitado de cinemas por um dia em junho, com lançamento em DVD e Blu-ray em agosto do mesmo ano. Esse tipo de filme feito para venda direta com pré-lançamento em cinemas foi batizado de V-CINEXT e tem sido muito bem recebido pelos fãs japoneses.


Uchuu Sentai Kyuranger vs Space Squad teve roteiro de Nobuhiro Mouri, com direção e coreografia de ação novamente a cargo do celebrado Koichi Sakamoto.


Depois desse filme, que apesar de divertido, dividiu opiniões entre os fãs, nada mais foi feito ou dito sobre o projeto Space Squad. E no final, apareceu a silhueta de Fire do Esquadrão Especial Winspector (1990), o que voltou a levantar especulações sobre a continuidade da série. Porém, nada mais foi dito ou produzido desde então.


O primeiro filme causou furor, mas a empolgação dos fãs foi sendo minada quando veio o segundo filme e, com o passar do tempo, o público foi percebendo que o projeto fora abandonado.


Talvez um dia seja o Space Squad seja retomado com a atenção que um projeto desse porte merece, mas por enquanto fica o registro do trabalho feito, que fez muito mais barulho pelo que poderia ter sido, do que pelo que realmente entregou.


***************


- Visite o CANAL TÚNEL DO TEMPO TV - Nostalgia de séries, filmes e desenhos!


***************


Campanha Sushi POP no Apoio Coletivo

- Apoie o meu trabalho, doando qualquer valor a partir de R$ 5,00 e incentive a continuidade do Sushi POP. Se preferir, tem o PIX: nagado@gmail.com (O PIX tem sido mais usado, mas ainda mantenho o Apoio Coletivo como forma preferencial de arrecadação.)


- Compartilhe este post em suas redes sociais! Ajude o Sushi POP a chegar a mais leitores.