• Ale Nagado

One Piece: O valor de Luffy

Uma saga gigantesca, com mais de mil episódios produzidos e uma popularidade que ultrapassou a de muitos clássicos do passado.


One Piece, criação do artista Eiichiro Oda, é uma história sobre piratas repleta de ação, humor e dramas tocantes vividos por personagens originais e carismáticos. É uma das maiores aventuras da história do mangá e do animê, em todos os tempos.


Surgido primeiro no mangá, One Piece estreou nas páginas da revista semanal Shonen Jump (Ed. Shueisha) em 1997. Sucesso absoluto, já rendeu 101 volumes compilando suas histórias, e não se sabe ainda quantos volumes terá no final, por mais que o autor eventualmente anuncie que a história logo entrará em sua reta final. Durante anos, foi o título mais vendido do Japão, tendo perdido a hegemonia após 11 anos em 2019 para Demon Slayer ~ Kimetsu no Yaiba, série já encerrada e portanto fora do páreo para ameaçar a volta de One Piece ao topo das publicações. Até julho de 2021, o mangá de Luffy já havia contabilizado vendas de mais de 490 milhões de cópias, divididas nos 58 países que publicam a obra.


No animê, One Piece ganhou um especial para vídeo em 1998 da Production I.G, ganhando série de TV pela Toei Animation em 1999. Já foram mais de 1.000 episódios, vários especiais de cinema e TV e uma longevidade repleta de qualidade que desafia o senso comum, sendo um dos maiores êxitos da Toei.


Recheada de coadjuvantes carismáticos e vilões idem, a série tem um protagonista que não é galante e nem usa um uniforme bonito e estiloso.

Edição de 2015 da revista Shonen Jump.

De bermudas, chinelo e um chapéu de palha, sempre entusiasmado e de olhos arregalados, Luffy não parecia um modelo de herói charmoso e implacável como outros que fizeram fama na Jump, como os protagonistas de Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball ou Samurai X. No entanto, Luffy ultrapassou todos os mais famosos heróis e sua série é recordista em vários aspectos. E isso na Shonen Jump, a mais lida revista de quadrinhos do mundo, que além de ser extremamente seletiva, possui consagradas e rígidas políticas editoriais.


Surgida em 1968, é a líder absoluta do mercado de mangás em seu país, tendo sido o berço da maioria dos grandes sucessos japoneses perante o público local e internacional.


A Shonen Jump é uma revista que tem como palavras-chave "esforço", "amizade" e "vitória". Não por acaso, seus maiores sucessos trazem essas palavras como pilares de suas narrativas, sendo a sangrenta jornada de aperfeiçoamento dos Cavaleiros do Zodíaco um dos maiores expoentes de virtude dos heróis da Shonen Jump.


É verdade que Luffy não precisou de esforço para adquirir seu poder de elasticidade, pois comeu um raro Fruto do Diabo quando criança. Porém, sua determinação para conquistar seu sonho de encontrar o tesouro One Piece o torna um obstinado que não se entrega por nada. E ele também teve que treinar duro para desenvolver e aprimorar suas técnicas, que foram desenvolvidas com a mesma obstinação que ele sempre demonstra para lutar por seus objetivos.

Luffy: Líder que inspira e motiva.

Esse simpático pirata de chapéu de palha é um símbolo de esforço para perseguir um sonho e auxiliar pessoas pelo caminho. E Luffy não cultiva qualquer tipo de egoísmo, ajudando a todos em suas viagens.


Logo no início da série, o público fica sabendo de sua motivação. Ele deseja ser o maior dos piratas como a realização de um sonho infantil. Quando criança, foi salvo pelo honrado pirata Shanks O Ruivo, que perdeu um braço para salvá-lo de um monstro marinho. Shanks também deu a Luffy o icônico chapéu de palha que acompanha o jovem pirata. Ao conhecer a ambiciosa andarilha Nami, Luffy é confrontado com um fato duro para ele: Piratas são bandidos e saqueadores perseguidos pelas autoridades e temidos por pessoas comuns. Ele não se importa, não é como os piratas criminosos e viverá sua vida como escolheu, sem prejudicar inocentes e sem prestar contas a ninguém.


A visão de Luffy é a dos antigos filmes românticos sobre piratas, vistos como aventureiros com forte senso de honra e camaradagem. Ele não se importa em ser exceção em seu caótico mundo e fará de tudo ao seu alcance sem prejudicar inocentes, a fim de ser o Rei dos Piratas. Épara isso que ele viaja o mundo em busca do lendário tesouro One Piece, escondido em um lugar misterioso chamado Grand Line pelo finado pirata Gold Roger.


Ainda nos primeiros arcos narrativos, Luffy, Nami e o orgulhoso espadachim Zoro encontram o futuro companheiro Usopp e se empenham em salvar a vila onde ele vivia, ameaçada pelos piratas do sanguinário Capitão Kuro. Os riscos e sofrimentos que os protagonistas passam, logo em suas primeiras aventuras, mostram a motivação e a união entre eles.

Estatueta da linha Tamashii Nations, da Bandai.

Em sua trilha rumo ao paradeiro do One Piece, Luffy se mostra aquele companheiro que todos gostam de ter por perto, sendo um líder incontestável, do tipo que cativa pelo exemplo e iniciativa. Sua construção enquanto personagem foi fundamental para o êxito da obra, mesmo que haja coadjuvantes de peso que assumam o protagonismo das histórias por diversas vezes. Luffy é o fio condutor da trama e suas ações e reações direcionam os acontecimentos.


O editor, roteirista e produtor Stan Lee (1922~2018), coautor da maior parte do Universo Marvel dos quadrinhos; costumava dizer que, com bons personagens, uma história se "escrevia sozinha". Isso significa que há um desenrolar coerente para qualquer enredo, baseado nas ações e reações dos protagonistas. Nesse aspecto, é fácil reconhecer grande parte do mérito de One Piece na construção de seu protagonista.


Com Luffy à frente, One Piece é uma história sobre a importância de se ter um sonho e lutar por ele dignamente. Também é sobre valores e sobre fazer o bem e se sacrificar pelos mais fracos e pelos amigos sempre que for preciso.


- One Piece é publicado no Brasil pela Panini Comics e a série de TV é transmitida pelo portal Crunchyroll, simultaneamente ao Japão. Também faz parte do acervo da Netflix.

Compartilhe este post em suas redes sociais!


Campanha Sushi POP no Apoio Coletivo


- Apoie o meu trabalho, doando qualquer valor a partir de R$ 5,00 e incentive a continuidade do Sushi POP. Se preferir, tem o PIX: nagado@gmail.com


App do Sushi POP


- Não perca nenhuma atualização. Já tem o app? Use esse código de convite: 6Q946U