top of page

Ashita no Joe

Grandes combates e lições de superação em uma das séries mais famosas do Japão!

Ashita no Joe: Um clássico do mangá e animê.

Por Bruno César [*]


Em 1968, foi publicado na revista japonesa Weekly Shōnen Magazine um mangá que se tornaria um dos maiores clássicos do gênero shonen (voltado ao público infanto-juvenil masculino) em todos os tempos. Seu título era Ashita no Joe ("Joe do Amanhã" em português). O que parecia ser apenas mais um mangá com temática esportiva, no caso o boxe, apresentou uma trama profunda e repleta de lições sobre perseverança e amizade.


As características de sua trama ajudaram a moldar o gênero, influenciando diretamente na criação de séries posteriores e servindo como inspiração de perseverança para a sociedade japonesa na época. O mangá, criado por Ikki Kajiwara e ilustrado por Tetsuya Chiba, foi publicado entre 1 de janeiro de 1968 e 13 de maio de 1973 pela editora Kodansha em um total de 20 volumes.


Com o sucesso em mangá, logo o título ganhou sua primeira adaptação para animê, rendendo uma série de 79 episódios. A produção ficou à cargo do estúdio Mushi Production. Foi exibida originalmente entre 1 de abril de 1970 e 29 de setembro de 1971 pela Fuji Television.


Ainda em 1970, Ashita no Joe ganhou sua primeira adaptação para filme live action, onde Joe foi interpretado pelo ator e cantor Shoji Ishibashi, que dois anos depois faria a série tokusatsu Iron King.

Joe Yabuki: Das ruas para os ringues.

A trama é protagonizada pelo jovem encrenqueiro Joe Yabuki. Conhecido por ser orgulhoso, mentiroso e violento, o rapaz não parecia ter grandes perspectivas de vida. Até que um dia chega a uma cidade onde vive o boxeador aposentado Danpei Tange. Este vivia na periferia, cercado de pedintes, pois deixou o esporte após perder a visão de um dos olhos. Após ver Joe em uma briga de rua, nota que o rapaz de personalidade forte e caráter questionável, tinha grandes habilidades físicas que poderiam lhe garantir um futuro brilhante como boxeador.


No primeiro momento, Joe não demonstra interesse em treinar com Danpei. Porém, alguns fatos o levam a reconsiderar a proposta, passando a lutar em busca do sonho de ser um campeão. Durante a saga são apresentados outros personagens importantes para a trama, como a jovem Yoko Shiraki. Filha de outro ex-boxeador e dono da Academia Shiraki. Com o passar do tempo se apaixona por Joe.


Outro personagem marcante é Kanichi Nishi. Inicialmente um detento. No decorrer da trama torna-se também um boxeador e grande amigo de Joe. Ainda o boxeador Tooru Rikishi, nada menos que o maior rival do protagonista, considerado uma das maiores promessas do boxe no Japão. Foi um dos personagens mais marcantes da trama para o público japonês, pois acaba falecendo após uma luta com Joe, fazendo com que um grupo de cerca de 700 pessoas fizessem um funeral verdadeiro para o personagem em 1970, contando até mesmo com cobertura da imprensa.

Dramas profundos e muitas lições de vida.

O sucesso da série lhe rendeu um novo animê no ano de 1980, intitulado Ashita no Joe 2. Produzido pelo estúdio Tokyo Movie Shinsha (TMS), teve um total de 47 episódios exibidos entre 13 de outubro de 1980 e 31 de agosto de 1981 pela Nippon Television. Os eventos desta fase se passam seis meses após o final da primeira série. Joe havia desaparecido por um tempo, pois havia ficado abatido após a morte de Rikishi, causada por uma hemorragia provocada pelo soco em sua têmpora. Ao retornar ao Clube de Boxe Tange, precisará superar este trauma para voltar a golpear os rostos de seus adversários. O grande rival que se destaca neste retorno de Joe aos ringues é o venezuelano Carlos Rivera.


Em 1981 foi lançado um filme, compilando os episódios da primeira fase da segunda série, focando na luta entre Joe e Carlos Rivera. Em 2011 ganhou outra adaptação em filme live action, onde Joe foi interpretado pelo ator e cantor Tomohisa Yamashita. Já em 2018, para celebrar os 50 anos da série, o estúdio TMS lançou o animê futurístico Megalobox, como uma homenagem à série original.


O primeiro produto da franquia a chegar ao Brasil foi a série Ashita no Joe 2. A estreia ocorreu em 2014 no serviço de streaming Crunchyroll, onde os episódios foram disponibilizados com áudio original japonês e legendas em português. Atualmente a mesma série está disponível para os assinantes da Prime Video. Em 2023, a NewPOP Editora anunciou o lançamento do mangá original em 12 volumes.


[*] Bruno César é o criador do Canal Túnel do Tempo TV

Tooru Rikishi: Amigo e rival.

::: FICHA TÉCNICA :::


Ashita no Joe ~ あしたのジョー ("Joe do Amanhã") Estreia no Japão: 01/04/1970 (Fuji TV) Total: 79 episódios Streaming oficial para o Brasil: Prime Video


EQUIPE DE PRODUÇÃO

Criação: Ikki Kajiwara e Tetsuya Chiba

Roteiro: Shunichi Yukimura, Tadaaki Yamazaki, Yuki Kobayashi e outros

Diretor de arte: Teiichi Akashi

Direção de fotografia: Horofumi Kumagai

Trilha sonora: Masao Yagi (A・R・A)

Story-boards: Noboru Ishiguro, Yoshiyuki Tomino, Osamu Dezaki e outros

Direção de animação: Akio Sugino, Akihiro Kanayama, Shingo Araki e outros

Direção: Osamu Dezaki, Hideo Nishimaki, Noboru Ishiguro, Seiji Okuda, Hiroshi Saitou e outros Diretor-Chefe: Osamu Dezaki

Produtores: Atsushi Tomioka, Tatsuo Ikeuchi, Tadami Watanabe, Koji Bessho (Fuji TV)

Responsável pela produção: Yasuo Oda

Realização: Mushi Production, Fuji Television


ELENCO (Vozes originais)


Joe Yabuki: Teruhiko Aoi

Danpei Tange/ Narrador: Juukei Fujioka

Yoko Shiraki: Kazuko Nishizawa, Masako Ebisu

Tooru Rikishi: Hideo Nakamura

Kanichi Nishi: Toku Nishio

 

::: LINKS RECOMENDADOS :::



Comments


bottom of page