• Ale Nagado

Sawamu - O Demolidor

O animê inspirado na vida de um lendário astro dos ringues.

Sawamu - Uma lenda das artes marciais.

As obras do gênero Sports Manga - e seus animês derivados - são bastante populares no Japão, sempre com histórias de superação envolvendo atletas esforçados perseguindo seus sonhos. O primeiro desses títulos em versão animê a ser exibido no Brasil foi Sawamu - O Demolidor, inspirado na vida real de um famoso lutador japonês de kickboxe (chamado na série de chute-boxe). É a mesma luta também conhecida por muay thai ou full contact. Tadashi Sawamu (no original, Sawamura - lido como Sauamura) é um arrogante lutador de caratê que um dia é desafiado a provar a força de sua técnica contra o boxe estilo tailandês ou chute-boxe, que usa igualmente socos e chutes. O primeiro teste ele vence fácil, mas o grande desafio vem depois.


Após uma humilhante derrota perante o lutador tailandês Soman, Sawamu resolve aprender aquele esporte que era, até então, pouco conhecido no Japão.

Orientado pelo técnico Endo e apoiado pelo empresário Osamu Noguchi, Sawamu torna-se uma lenda nos ringues do chute-boxe. Seu primeiro desafio é vencer Switton, o homem que vencera seu algoz Soman em apenas um round e dono de um potente chute giratório. A ele, seguem-se desafiantes como Bokotton - O Homem de Ferro e Ponshai Sheriakan, o temido Lagarto de Fogo, com quem empata em seu primeiro confronto. Consagrado como campeão do oriente, Sawamu entra em conflito com seu outrora admirador, o jovem karateca Shibata, que o considera um traidor da tradições japonesas, por ter abandonado uma luta de seu país para seguir uma arte marcial tailandesa. Porém, ao longo da série, Sawamu consegue dizer para Shibata que ele levou a disciplina do karatê consigo para ter sucesso em outra arte marcial. Ou seja, que ele mantinha dentro de si o espírito do karatê tradicional, e esse era uma de suas qualidades como campeão.


O destemido atleta luta para se manter no topo, e seu golpe mais forte é o Salto no Vácuo com Joelhada, um golpe de difícil aplicação, mas que é devastador para quem é atingido. Esse é o resumo da série de Sawamu, cujo título original é Kick no Oni, ou "O Demônio do Chute".

Sawamu - O Demônio do Chute

Analisando a obra em termos narrativos, tratava-se de um drama sobre superação pessoal, cheio de lições de vida e determinação, especialmente voltado ao público shonen (garotos adolescentes). A série abre com um combate de Sawamu, e a história toda é narrada em flashback. No final do último episódio, após uma revanche do protagonista com o temido Ponshai, a história se encerra com o mesmo combate do primeiro episódio, fechando uma série bem planejada e coerente do começo ao fim.


Em um episódio, o treinador Endo compara lapidar um bom lutador a cuidar de um bonsai, um tipo árvore japonesa artesanal em miniatura, entre outras tiradas filosóficas que eram apresentadas com naturalidade na trama. O desenho não seguia fórmulas, tinha a estrutura narrativa em formato novela, com alguns arcos duplos e episódios fechados. O excelente roteiro apresentava personagens fortes e complexos, com alguns adversários de Sawamu mostrando um lado humano bem intenso e sendo respeitados como lutadores honrados. Certamente, o que a garotada curtia mesmo era ver os combates, mas eles não aconteciam em todos os episódios e a série se sustentava por sua boa estrutura narrativa.

O mangá de Kentarou Nakajo.

A versão em mangá de Kick no Oni foi publicada na extinta revista Shonen Gahou entre fevereiro de 1969 e agosto de 1971, com sua compilação gerando seis volumes, com texto e arte de Kentarou Nakajo (1938~2020), sobre a concepção de Ikki Kajiwara (1936~1987), o autor do famoso mangá sobre boxe, Ashita no Joe. Nos créditos do mangá, Ikki Kajiwara assinou com seu nome verdadeiro, Takamori Asaki, motivo pelo qual algumas referências a ele possuem discordâncias. O animê estreou em outubro de 1970, com produção da Toei Animation. Em março do ano seguinte, pouco antes da exibição do episódio final, o Manga Matsuri ("Festival do Mangá") da Toei exibiu uma versão expandida do episódio 11. No Brasil, Sawamu fez grande sucesso na década de 1970 e isso causou o aparecimento de várias academias que estampavam o nome chute-boxe como chamariz, pegando carona na popularidade da série.

A dura rotina de um campeão, observado pelo treinador Endo (paletó cinza) e o empresário Noguchi.

O SAWAMU DA VIDA REAL O verdadeiro Tadashi Sawamura nasceu no extinto estado de Manchukuo, atual região da Manchúria, em 5 de janeiro de 1943, e fez sua vida no Japão como um dos maiores lutadores de todos os tempos. Seu verdadeiro nome era Hideki Shiraha e, muito antes de sua carreira no esporte, seu rosto já era conhecido por muitos em seu país, pois fora um ator ainda na adolescência, tendo participado de muitos programas de TV com o nome artístico de Tetsuya Shiro. Cursou faculdade de artes e sonhava ser roteirista, mas seu destino estava no esporte.


Sendo praticante de karatê desde muito jovem, ele se mostrou um excelente lutador, vencendo um importante torneio universitário de forma invicta, com 60 vitórias.


Mais ou menos como contado na série, sua trajetória como karateca foi interrompida após uma dura derrota para um lutador de muay thai, em uma luta de exibição. Enquanto se recuperava, foi convencido pelo empresário Noguchi a treinar o "boxe estilo tai" e tentar um novo circuito de lutas que era conhecido por ser brutal e perigoso. Novamente, conseguiu grande sucesso nos ringues.

Como atleta profissional de kickboxe, travou 241 lutas, com 232 vitórias, sendo 228 delas por nocaute. É dele uma das maiores (senão a maior) marcas de nocautes já registrada, nada menos que 94,6% de seus combates. Sofreu apenas cinco derrotas, com 4 empates. Com 1,74m de altura, foi campeão asiático de peso leve e peso médio, sendo uma lenda do esporte no Japão e em outros países do oriente.

Sawamura retratado em uma capa da revista Shonen Jump em 1968.

Sua popularidade o transformou em personagem de mangá e animê e também o levou a aparecer em O Regresso de Ultraman (1971). No episódio 27, o herói Hideki Goh (vivido pelo ator Jiro Dan) sobe ao ringue para um treino com Sawamura e vai à lona com um belo chute (confira o vídeo no final da matéria). Na época, ele estava em plena atividade na época, tendo se aposentado em 1977.


Outra homenagem ao lutador, bem mais recente, veio em Pokémon. O monstrinho lutador Hitmonlee é conhecido por esse nome nos EUA e no resto do mundo como uma homenagem a Bruce Lee, mais famoso mundialmente. No original japonês, o citado Pokémon se chama Sawamuraa.

O Pokémon Hitmonlee, criado originalmente como Sawamuraa.

No Brasil, foi exibido entre 1976 e 1984, quase sempre pela TV Record. Um brinde extra da versão brasileira é que aqui foi feita uma abertura local, com uma bela música original em português. A canção era da dupla Sá & Guarabira, que surgiu em 1971 como o trio Sá, Rodrix & Guarabira. Com a saída de Zé Rodrix em 1973, os dois seguiram em frente, com eventuais reuniões do trio original. A participação deles em Sawamu é pouco conhecida e não oficialmente creditada.


Tanto o mangá quanto o animê conquistaram muitos fãs em seu país e Sawamura foi um ídolo nacional mas, infelizmente, a série jamais foi lançada em vídeo ou streaming. Tudo por causa de um desacordo comercial entre a Toei e a empresa Noguchi Promotion, que gerenciou a carreira do atleta e se envolveu com as produções.

Tadashi Sawamura faleceu em 26 de março de 2021, aos 78 anos, vítima de câncer. Seu legado é gigantesco e merece ser apresentado às novas gerações. Um mestre eterno das artes marciais, um símbolo de esforço, disciplina e determinação que inspirou muita gente. Da mesma forma, seu animê foi uma série repleta de valores morais elevados, de uma época de homens fortes que inspiravam os mais jovens e lutar e perseverar contra as adversidades.

Tadashi Sawamura

::: FICHA TÉCNICA :::

SAWAMU - O DEMOLIDOR Título original: Kick no Oni ("O Demônio do Chute") ~ キックの鬼 Estreia no Japão: 02/ 10/ 1970 (TBS) Número de episódios: 26 EQUIPE DE PRODUÇÃO Criação: Ikki Kajiwara (história) e Kentaro Nakajo (desenho) Roteiro: Masaki Tsuji, Michio Suzuki, Toyohiro Ando, Kuniaki Oshikawa e Tadashi Kondo Trilha sonora: Asei Kobayashi

Story-boards: Yoshio Kuroda, Yasuo Yamaguchi e outros Direção: Yukiyoshi Hane, Masamune Ochiai, Kazuo Komatsubara e outros Produção: Toei Animation Emissoras no Brasil: TV Record e TV Gazeta Versão brasileira: Cinecastro e Televox


ELENCO (vozes originais)

Tadashi Sawamu: Koji Asakura Osamu Noguchi: Kiyoshi Kobayashi Endo: Yuuji Nishimoto Etsuko: Michiko Nomura Yoko: Minori Matsushima


::: VÍDEOS SELECIONADOS :::

1) "Kick no Oni"~ A abertura original de Sawamu (1971)

Letra: Osamu Noguchi / Melodia: Asei Kobayashi Intérpretes: Tadashi Sawamura, Shonen Shojo Gashoudan Mizuumi ("Coral de Meninos e Meninas de Mizuumi")

2) Sawamu - O Demolidor (1976)

Letra: Toré / Melodia: Sá & Guarabira Intérpretes: Sá & Guarabira

3) Sawamu em O Regresso de Ultraman (1971)

- Trecho do episódio 27, escrito por Shinichi Ichikawa e dirigido por Masanori Kakehi.

4) Luta real (1973): - Veja um trecho de um combate do Sawamura real, com direito a salto com joelhada. Ele realmente não estava pra brincadeira.


***************

Gosta do meu trabalho? Considere fazer uma doação de incentivo.


Campanha Sushi POP no Apoio Coletivo: - Apoie o meu trabalho, doando qualquer valor a partir de R$ 5,00 e incentive a continuidade do Sushi POP. A doação pode ser única ou recorrente, de maneira pública ou anônima. - Se preferir, pode doar através do PIX: nagado@gmail.com


- Compartilhe este post em suas redes sociais! Ajude o Sushi POP a chegar a mais leitores. - Muito obrigado pela atenção e apoio. Que Deus te abençoe!


Visite nosso canal parceiro:


::: TÚNEL DO TEMPO TV - Nostalgia de séries, filmes e desenhos! :::