• Ale Nagado

Sing "Yesterday" For Me

Uma singela história sobre dramas de cotidiano, romance e os desafios do amadurecimento.

Relacionamentos complexos e vidas interligadas.

Rikuo Uozumi é um jovem que já se formou na faculdade, mas não conseguiu emprego e faz bico em uma pequena loja de conveniência, tendo como hobby a fotografia. Depressivo, não quer encontrar mais seus antigos colegas, mas é balançado pelo reaparecimento de Shinako Moninome, sua grande paixão; talvez correspondida, dos não tão distantes tempos da faculdade. Mas Rikuo, que nunca teve coragem de se declarar formalmente, é assediado por Haru Nonaka, uma adolescente um tanto largada na vida. A aparentemente desencanada garota é apaixonada por ele há anos, após terem se visto em uma situação absolutamente corriqueira. Sempre acompanhada por seu corvo de estimação, Haru está disposta a lutar pelo amor de Rikuo. Alegre e com um passado misterioso, ela tem uma visão crítica da sociedade e do mundo adulto, e sua chegada irá afetar aos poucos o mundo depressivo de Rikuo. A menina, que trabalha como garçonete em um bar, desistiu dos estudos no último ano do ensino médio, tendo sido aluna de Shinako.

Haru e Rikuo, um casal improvável.

Vendo-se como um excluído da sociedade, Rikuo faz um amargo exercício de autocrítica para não cair em vitimismo e conclui que ele próprio se excluiu da vida, com atitudes esquivas para não encarar de frente suas responsabilidades e seus próprios sentimentos. O primeiro episódio já traz uma grande carga emocional que não cai em soluções fáceis, deixando o espectador com vontade de saber mais sobre os personagens e o desenrolar da história.


Um outro personagem interessante é o jovem aspirante a pintor e desenhista Rou Hayakawa, que tem um passado em comum com Shinako, pois foram vizinhos e suas famílias se conhecem. Alguns anos mais jovem, ele é transferido para a mesma escola onde Shinako dá aulas e logo descobre que tem um rival para lutar pelo amor da professora. Acontece que Shinako era apaixonada pelo irmão mais velho de Rou, mas ele era cardíaco e acabou falecendo ainda durante o ensino médio. Seis anos depois do triste acontecimento, Rou pretende ocupar o lugar que foi de seu irmão no coração de Shinako, que ainda sofre com a perda. Ela, porém, o vê apenas como o irmão menor do grande amor de sua vida.


Assim, com um quadrilátero amoroso complexo, tem início Sing "Yesterday" For Me, título internacional traduzido de Yesterday Wo Utatte, série que estreou no começo de abril no Japão pela TV Asahi, com transmissão no Brasil e em vários países via streaming pelo portal Crunchyroll. No Japão, está presente em várias plataformas, incluindo as filiais locais da Amazon Prime e Netflix. O título pertence à demografia seinen, que abrange jovens do sexo masculino entre seus 20 e 30 anos e surgiu primeiro em mangá, mas é uma história capaz de agradar uma faixa muito mais ampla, tanto do público masculino quanto do feminino.

A professora Shinako Morinome.

Criação da autora Kei Toume, a história estreou em 1998 na revista mensal Business Jump e depois migrou para a quinzenal Grand Jump, uma fusão da Business com a Super Jump lançada em novembro de 2011. Com isso, a série continuou sendo publicada com maior periodicidade graças à mudança da antologia, tendo sido concluída em 2015, com 11 volumes.


O mangá teve uma versão em áudio-drama lançada em 2003 como um CD que trazia locuções e uma trilha sonora que incluía músicas em japonês junto com algumas canções clássicas dos Beatles, além de "Yesterday", que é mencionada no título da série. Em 2010, saiu um romance literário intitulado Yesterday Wo Utatte - Dream Believer, consolidando ainda mais a obra junto ao público adulto.

Pontuando drama, romance e reflexões sobre as incertezas da vida, Yesterday Wo Utatte conquistou leitores fieis, que por muito tempo esperaram por uma adaptação em animê.

O jovem desenhista Rou Hayakawa.

A série foi exibida em 2020 e consiste em apenas 12 episódios, mais seis adicionais exibidos exclusivamente no Japão pelo site local AbemaTV. Em agosto de 2020, os episódios de TV foram lançados no Japão em Blu-ray e DVD Box.

O título da série, que evoca uma famosa canção dos Beatles, é também o nome de uma música de uma antiga banda japonesa de rock chamada RC Succession, que esteve ativa entre 1968 e 1991. "Yesterday Wo Utatte" foi lançada em 1970, ainda na fase inicial do grupo, que seria conhecido por uma forte identidade visual e um som pesado e visceral. Esse é o som que inspirou a autora, e não o repertório dos Fab Four.

Sing "Yesterday" For Me é uma obra adulta no melhor sentido do termo, com relacionamentos complexos em um mundo de pessoas reais, fugindo da caricatura e sem cair no dramalhão. Também não é uma história depressiva ou simplesmente triste, sendo conduzida com muita sensibilidade e um certo encanto. A produção entrega imagens muito bonitas e o resultado é, possivelmente, um dos melhores lançamentos para o público adulto em 2020. Para quem começou a acompanhar a trama, é bastante óbvio que a história não vai terminar bem para todos, mas assim também é na vida real.

Capa da edição francesa (volume final).

::: FICHA TÉCNICA :::


Título original: Yesterday Wo Utatte ~ イエスタデイをうたって

Título internacional: Sing "Yesterday" For Me

Estreia no Japão: 05/ 04/ 2020 (TV Asahi ~ emissora principal) Total: 12 episódios p/ TV + 6 exclusivos p/ streaming

Classificação indicativa sugerida: Para adultos

Criação: Kei Toume Composição da série: Yoshiyuki Fujiwara

Roteiro: Yoshiyuki Fujiwara e Jin Tanaka Design de personagens: Jun'ichirou Taniguchi

Animação: Kobo Doga Animation studio

Story-boards: Yoshiyuki Fujiwara e outros

Trilha Sonora: Kenji Tamai and agehasprings, Takaaki Kondo

Direção geral: Yoshiyuki Fujiwara


Produtores: Manami Kabashima, Liu Arashi, Yuki Mori, Hiroshi Yanai, Daisuke Sekine e Masayo Kudo

Chefe de produção: Hiroaki Takeuchi

Produção: DMM.futureworks


ELENCO (vozes originais)


Rikuo Uozumi: Chikahiro Kobayashi

Haru Nonaka: Yume Miyamoto

Shinako Morinome: Kana Hanazawa

Rou Hayakawa: Natsuki Hanae

Kinoshita: Tatsuhisa Suzuki

Kouichi Minato: Yuuki Ono

Chika Yuzuhara: Rie Kitamura


________________________________________________


- Sobre "Yesterday" e os Beatles


Banda mais influente da história da música pop, os Beatles dividem opiniões desde sempre. Seu som mudou ao longo de oito anos gravando singles e álbuns e a simplicidade desconcertante do início de carreira deu lugar a uma riqueza melódica e instrumental que encantam gerações de fãs até hoje. Formado por John Lennon (voz, guitarra, violão e piano), Paul McCartney (voz, baixo, violão, guitarra e piano), George Harrison (guitarra, voz e violão) e Ringo Starr (bateria, percussão e voz), o grupo se firmou como o mais influente da cultura pop mundial, sendo referência até hoje para inúmeros artistas e músicos.


"Yesterday" é a canção mais regravada de todos os tempos, com mais de 2.500 versões e um dos maiores sucessos dos Beatles. É parte do álbum Help!, de 1965. Trata-se de uma canção solo de Paul McCartney, com uma letra melancólica, que fala sobre nostalgia pelo passado e da saudade de uma mulher que se foi sem que se soubesse o motivo.

The Beatles esteve em atividade profissional durante toda a década de 1960, encerrando oficialmente seus trabalhos no início de 1970. Entre 1994 e 95, Paul, George e Ringo se reuniram pela última vez para trabalhar em estúdio duas canções deixadas por John Lennon, que morreu assassinado em 1980. George faleceu de câncer em 2001, enquanto Paul e Ringo seguem em atividade, mesmo com a idade avançada.

Alexandre Nagado


-------------------------------------------------------

Campanha no ApoioColetivo