top of page

Clássicos do Pop Japonês: "Haru yo, koi", de Yumi Matsutoya

Uma canção sobre a alegria da Primavera. Um dos maiores sucessos do J-pop.

Yumi Matsutoya

O Japão é, atualmente, o único país do mundo em que o mercado musical ainda é estruturado com base da venda de CDs; mesmo com o avanço das mídias digitais e de serviços de streaming como o Spotify, que possui um vasto acervo de músicas japonesas.


Em tempos anteriores à invasão da transmissão on-line, na época em que a pirataria via MP3 se espalhava pelo mundo, o Japão era o segundo mercado musical do planeta, perdendo apenas para os EUA. Com muitos artistas vendendo localmente mais que astros internacionais, o país tem sua própria constelação de astros e estrelas. Nesse cenário altamente competitivo, um dos nomes de maior destaque é o da cantora e compositora Yumi Matsutoya.


Nascida em 19 de janeiro de 1954, Yumi Matsutoya é uma das artistas de primeiro escalão mais veteranas ainda em atividade. Ela sempre movimentando o grande público e a mídia, e não apenas um nicho de fãs. Estreou como cantora em 1971, quando assinava como Yumi Arai, aos 17 anos. Logo se tornou uma compositora de enorme sucesso, criando canções para outros artistas enquanto conduzia sua carreira como cantora. Uma genialidade que logo a tornou um dos maiores nomes da música japonesa por décadas e sem queda de qualidade.


Um de seus maiores êxitos comerciais é uma canção adorável sobre lembranças de infância e a celebração da natureza chamada "Haru yo, koi ~ 春よ、来い (ou "Venha, Primavera")".

Capa do single "Haru yo, koi"

Ela compôs a canção sozinha e o arranjo foi criado por seu marido, o tecladista, compositor e produtor Masataka Matsutoya, com quem é casada desde 1976, ocasião em que adotou o sobrenome do marido. Masataka tocou teclados e fez a programação eletrônica da canção.


Lançado em 24 de outubro de 1994, foi o 26º single de Yumi e foi incluído em Dancing Sun, o 26º álbum da cantora. Ela, que já vinha de uma longa carreira repleta de sucessos, voltou ao topo das paradas musicais com essa canção. Mais de 1.116.000 cópias foram vendidas. É o terceiro single mais vendido de Yuming (como é conhecida pelos fãs), que chegou à marca de 40 milhões de gravações vendidas.


No fatídico ano de 2011, aconteceu no dia 11 de março um grande terremoto, seguido de tsunami e acidente nuclear na região de Tohoku, o que causou milhares de mortes e danos incalculáveis, uma das maiores tragédias já ocorridas em território japonês. Muitos artistas na época se engajaram nos esforços de reconstrução, arrecadação de doações para as vítimas e mensagens de encorajamento.


Yumi Matsutoya se juntou aos esforços da sociedade japonesa, lançando uma nova versão de "Haru yo, koi", na qual famosos e pessoas comuns uniam suas vozes em coro no refrão. Foi lançada uma versão em 2011 e outra em 2012, reunindo no total 7 mil vozes no refrão, com a renda obtida com a venda direta do single sendo revertida para o apoio às pessoas nas áreas atingidas pela tragédia. A versão ficou conhecida como "(Minna no) Haru yo, koi", ou "Venha, Primavera (De Todos)".

Yumi Matsutoya: Sucesso como cantora e mais ainda como compositora.

Artista do primeiro escalão e uma das mais influentes artistas japonesas de sua geração, ela tem entre seus fãs o celebrado diretor Hayao Miyazaki, que selecionou duas canções antigas dela para serem aproveitadas na trilha sonora de Kiki´s Delivery Service (1989).


Em 2013, o longa Vidas ao Vento utilizou uma canção escrita e interpretada por ela em 1973, intitulada "Hikoukigumo". Vale dizer que incontáveis astros japoneses se dizem fãs de Miyazaki e seu Studio Ghibli, mas pouquíssimos têm a admiração do velho mestre, ainda mais na música pop, um segmento pelo qual o diretor já declarou ter pouco interesse. Exceto, claro, quando se trata de Yumi Matsutoya.


Estrela consagrada e considerada uma das maiores celebridades de seu país, Yumi Matsutoya é conhecida por seu pop maduro, de melodias ricas e letras poéticas. "Haru yo, koi" permanece até hoje um de seus maiores sucessos e uma de suas canções que mais recebeu versões ao longo do tempo, conquistando tanto jovens quanto o público mais maduro. Em 2023, ela está comemorando 50 anos de carreira, mais relevante do que nunca no cenário musical japonês.


::: V Í D E O S :::


1) O encantador vídeo original, dirigido por Akira Maejima.

- Letra e melodia: Yumi Matsutoya / Arranjo: Masataka Matsutoya

2) Dueto de Yumi Matsutoya com o cantor ASKA, registrado em novembro de 2000, no show Brothers and Sisters:

3) Cover do grupo Goose House (2013), que tinha oito integrantes. A banda posteriormente se separou e parte da formação mais conhecida se reorganizou sob o nome Play.Goose.

4) Versão do projeto Mahora (2020), que utiliza instrumentos tradicionais japoneses:

5) Versão em inglês, de 2012, da cantora neozelandesa Hayley Westenra, profundamente ligada à música japonesa:


SAIBA MAIS

- Confira outras grandes canções japonesas:


***********************************

- Você pode apoiar o meu trabalho de divulgação cultural em diferentes mídias, doando qualquer valor a partir de R$ 5,00.

- A doação pela plataforma Apoio Coletivo pode ser única ou recorrente, de maneira pública ou anônima. - Se preferir, pode doar através do PIX: nagado@gmail.com

- Muito obrigado pela atenção e apoio. Que Deus abençoe seu lar!


Visite nossos parceiros:



bottom of page